segunda-feira, 24 de abril de 2017

O Carnaubense Ayrton (lateral esquerdo) Londrina-PR mesmo tendo atuado apenas no primeiro período da semi-final do paranaense 2017 ( Londrina 2x1 CAP ), foi unanimente escolhido entre os comentaristas esportivos o melhor em campo no estádio Café. 



Tubarão vence Atlético Paranaense no tempo normal, mas nos pênaltis se despede do PR-2017

Alviceleste chegou a estar vencendo por 2 a 0 até o fim da partida, quando sofreu o gol. Nas penalidades, equipe da capital levou a melhor no Estádio do Café e ficou com a vaga na Final do Estadual


Tubarão vence Atlético Paranaense no tempo normal, mas nos pênaltis se despede do PR-2017
Foto: Gustavo Oliveira/ Londrina Esporte Clube

A equipe principal do Londrina Esporte Clube chegou perto da classificação, mas acabou se despedindo neste domingo (23), no Estádio do Café, da disputa pelo título do Campeonato Estadual. Com gols de Paulo Rangel e Celsinho, o Tubarão abriu a vantagem necessária para ir à Final. Mas um gol sofrido no fim da segunda etapa levou a disputa da Semifinal contra o Atlético Paranaense para os pênaltis. Melhor então para o time curitibano, que venceu por 5 a 3 e avançou à decisão.
Em desvantagem por 2 a 1 devido ao revés no jogo de ida em Curitiba, o Alviceleste partiu para o ataque. Após pressionar o rival durante praticamente toda a primeira etapa, chegou ao gol aos 37 minutos. Celsinho avançou pela esquerda, fintou o marcador e cruzou na cabeça de Paulo Rangel, que abrir o placar. Aos 7 minutos do segundo tempo, Celsinho roubou a bola da defesa, invadiu a grande área e, de pé direito, mandou para o fundo do gol atleticano.
Com os 2 a 0 no placar, o Tubarão já assegurava a vaga na decisão. E por pouco não chegou ao terceiro gol, quando Paulo Rangel acertou a trave atleticana, aos 16 minutos da etapa final. O mesmo Rangel ficou frente a frente com Santos, aos 34 minutos, mas  goleiro rubro-negro fechou o ângulo e desviou o chute. Um minuto depois, em um dos únicos ataques da equipe visitante, Renan Paulino diminuiu. Fim do tempo normal, 2 a 1 para o LEC.
O Atlético Paranaense começou a série de cobranças de pênaltis com João Pedro. Além dele, Nicolas, Yago, Cascardo e Luis Henrique converteram os arremates em gol. Nesta ordem, Paulo Rangel, Ícaro e Marcinho acertaram as cobranças em favor do Tubarão. Rafael Gava chutou na trave. Vitória por 5 a 3 para o time da capital, que está classificado para enfrentar na decisão o Coritiba. Os coritibanos eliminaram o  Cianorte – perderam o jogo de ida por 1 a 0 no interior, mas venceram por 3 a 1 no Couto Pereira.
Londrina e Cianorte agora fazem a Final do Interior. As partidas, ainda a serem homologadas pela FPF (Federação Paranaense de Futebol), estão previstas para 29 de abril e 6 de maio. A partir de terça-feira (25), o elenco do Tubarão retoma a agenda de treinos de olho também na preparação do time para a disputa do Campeonato Brasileiro da Série B. O primeiro desafio na busca pelo acesso à Série A será dia 13 de maio, às 16h30, contra o Internacional, no Estádio do Café.
23 de abril de 2017, domingo
LONDRINA 2 (3) x 1 (5) ATLÉTICO PARANAENSE 
Semifinal do Campeonato Paranaense - Jogo de volta
Local: Estádio do Café, em Londrina
Início: 16h
Meteorologia durante a partida: Parcialmente nublado. Temperatura: 26ºC
Público: 8.437  (7.612 pagantes). Renda: R$ 178.609,00
Árbitro: Rafael Traci
Assistente 1: João Fábio Machado Brischiliari
Assistente 2: Maurício José Braga
Quarto Árbitro: Rogério Menon da Silva
Assessor: Luiz Rosa Coelho
Delegada: Walquiria Maria Marroni Pereira
Cartões amarelos: Marcão (CAP), aos 12 min do 1ºT; Celsinho (LEC) aos 9 min do 2ºT;
Cartão vermelho: não houve.
Gols no tempo normal: Paulo Rangel, aos 39 min do 1ºT (LEC 1x0 CAP); Celsinho, aos 7 min do 2ºT (LEC 2x0 CAP); Renan Paulino, aos 35 min do 2ºT (LEC 2x1 CAP).
Decisão por pênaltis:
João Pedro: gol (CAP 1 x 0 LEC);
Paulo Rangel: gol (CAP 1 x 1 LEC);
Nicolas: gol (CAP 2 x 1 LEC);
Ícaro: gol (CAP 2 x 2 LEC);
Yago: gol (CAP 3 x 2 LEC);
Marcinho: gol (CAP 3 x 3 LEC);
Cascardo: gol (CAP 4 x 3 LEC);
Rafael Gava: trave (CAP 4 x 3 LEC)
Luis Henrique: gol (CAP 5 x 3 LEC)
LONDRINA 4-3-3
César; Igor Bosel, Marcondes, Matheus e Ayrton (Igor Miranda, no intervalo); Germano (Ícaro, aos 09 min do 2ºT)., Rafael Gava e Celsinho; Fabinho (Marcinho, aos 38 min do 2ºT), Paulo Rangel e Yaya
Suplentes que não participaram da partida: Alan, Silvio, Telo, França, Bidía, Romulo, Julio Pacato, Robinho e Euller.
Técnico: Claudio Tencati.
ATLÉTICO PARANAENSE 3-5-2
Santos; José Ivaldo, Wanderson e Marcão; Cascardo, Luiz Otávio (Matheus Anjos, aos 11 min do 2ºT), Renan Paulino, João Pedro e Renan Lodi (Yago, aos 26 min do 2ºT); Luis Henrique e Crysan (Nicolas, aos 17 min do 2ºT).
Suplentes que não participaram da partida: Caio, Riuler, Alex, Daniel, Breno.
Técnico: Paulo Autuori


Autor: Gustavo Oliveira e Natália Cotrim/ Assessoria Imprensa Londrina EC